---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Município repassa trator e kit fenação à Cooperativa dos Agricultores Familiares de Novo Horizonte

Publicado em 16/05/2019 às 16:06 - Atualizado em 16/05/2019 às 16:06

A organização dos roteiros e gestão das máquinas é de responsabilidade da cooperativa
Créditos: Ascom/Novo Horizonte Baixar Imagem

Na manhã desta quinta-feira (16), no gabinete, o prefeito de Novo Horizonte, Vanderlei Sanagiotto, assinou o termo de cessão de uso em comodato de um kit fenação e a doação de um trator de pneu. Ambas as máquina foram destinadas a Cooperativa dos Agricultores Familiares de Novo Horizonte – Cooperal.

Sanagiotto explica que o repasse das máquinas visa ajudar a cooperativa e também os munícipes que atuam no setor agrícola e necessitam de auxílio para a produção de feno, por exemplo. “Como a cooperativa trabalha diretamente com famílias da agricultura familiar, esses equipamentos, de certa forma, vão servir a quem realmente precisa”, disse ele emendando que, conforme está previsto nos termos de cessão de uso e doação, as máquinas devem servir a toda a comunidade rural, sem distinções. “Quem vai administrar as máquinas, organizar os roteiros e agendamentos é a cooperal, mas o pedido é que haja isonomia no atendimento”.

Segundo o Executivo, entre as duas máquinas, o repasse gira em torno de R$ 200 mil - R$ 122.650,00 do kit fenação (segadeira de discos, ancinho enleirador e enfardadeira) e R$ 75 mil do trator. “Os implementos são novos e o trator é revisado, apto ao trabalho”, garante Sanagiotto. No caso do trator, fica a critério da cooperativa o uso, ou seja, pode ser utilizado no dia a dia, conforme demanda da comunidade rural. O trator fazia parte do parque de máquinas da prefeitura e o kit fenação foi adquirido com recursos de emendas parlamentares.  

Frisando a sensibilidade da administração, o gerente da Cooperal, Juliano Antunes de Lima, disse que os implementos são de significativa importância para a cooperativa, pois vão atender a demanda de produção de feno e de outros serviços. “Esses equipamentos vão ajudar a desenvolver a agricultura familiar e a gerar desenvolvimento econômico para o município”, disse ele.

Além da produção de feno, Lima adianta que o trator deverá auxiliar também na produção de silagem, por exemplo. “Vamos treinar um operador para trabalhar com essas máquinas. Depois, vamos iniciar o atendimento, conforme a demanda”, garantiu ele.

Acompanhamento

A assinatura dos termos de cessão de uso e doação contou com a presença do presidente da Cooperal, Nelson Menegasso, secretário de administração, Aimar Pavelecini e a vereadora Gelci Cremonini de Lima.