---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Normativas do leite e Caepf são temas de palestra e seminário em Novo Horizonte

Publicado em 10/06/2019 às 17:25 - Atualizado em 10/06/2019 às 17:25

Evento reuniu mais de 100 empresários rurais do município
Créditos: Ascom/Novo Horizonte Baixar Imagem

Com o objetivo de esclarecer os produtores rurais sobre questões como normativas do leite, Cadastro de Atividade Econômica de Pessoal Física (Caepf) e eSocial Rural, a Secretaria de Agricultura de Novo Horizonte, Epagri, Associação dos Municípios do Noroeste Catarinense (AMNoroeste), cooperativas e laticínios de Novo Horizonte realizaram, na quinta-feira (6), uma palestra e um seminário para discutir os temas. Mais de 100 produtores rurais participaram da programação. O evento, que iniciou pela manhã e seguiu à tarde, foi realizado na Associação dos Veteranos de Novo Horizonte.

De acordo com o extensionista da Epagri, Nelso Nunes de Oliveira, a palestra, que abriu a discussão e trouxe informações sobre as normativas do leite, foi organizada após uma demanda dos próprios empresários rurais. “Havia muita especulação, informações desencontradas e mitos. Por conta desse cenário, buscamos os parceiros e juntamos com o seminário sobre Caepf e eSocial, que também gera dúvidas ao empresários rural”, resume ele.

Contrariando as especulações, Oliveira tranquiliza os produtores de leite e afirma que os pequenos não serão excluídos da cadeia produtiva. “Se existir, dentro da propriedade rural, sabão é água, não vai excluir ninguém, pois para fazer qualidade de leite é só higiene”, disse ele lembrando que no caso do resfriador é uma questão de adequação. “Se for olhar a normativa, ela é de 2002. Nós que empurramos todo esse tempo para frente. Agora não tem mais prorrogação”, frisa emendando que ambos os eventos buscaram esclarecer dúvidas e mostrar que se trata de um processo de adequação necessário. No caso do Caepf e eSocial Rural, os empresários rurais puderam dialogar e tirar dúvidas com os auditores fiscais da Receita Federal de Joaçaba.

Embora existam dúvidas e mitos sobre os dois assuntos, o secretário de Agricultura de Novo Horizonte, Joselino Pandini, afirma que a adequação é inevitável, pois é um movimento nacional. “Enquanto Secretaria de Agricultura, temos a preocupação e a sensibilidade de oportunizar a discussão e esmiuçar o assunto”, disse ele frisando que lá na frente os produtores rurais vão ver que é algo simples e que vai garantir competitividade na atividade.

Pandini lembra que em ambos os assuntos a equipe técnica do município está a disposição. “Como são questões novas, é natural que exista dúvida e a preocupação. Junto com as entidades que foram parcerias na realização da palestra e do seminário, a administração está a disposição”, finaliza o secretário.

Assim como representantes das entidades parceiras do evento, o prefeito, Vanderlei Sanagiotto, também acompanhou a discussão dos dois assuntos.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar