---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Em Noite Cultural, Novo Horizonte realiza 1˚ Festival de interpretação

Publicado em 30/10/2019 às 17:12 - Atualizado em 30/10/2019 às 17:12

Alunos de 11 oficinas de cultura e interpretes nas categorias adulto e infanto-juvenil emocionaram o público presente
Créditos: Ascom/Novo Horizonte Baixar Imagem

Através da Secretaria de Educação, Esportes e Cultura, a administração municipal de Novo Horizonte realizou, no sábado (26), a 23ª Noite Cultural e o 1˚ Festival Municipal Canta Novo Horizonte. Alunos de 11 oficinas de cultura e interpretes nas categorias adulto e infanto-juvenil emocionaram o público que lotou o Ginásio Municipal de Esportes.

Satisfeita com a presença do público, Silvani Moschen, coordenadora de Cultura de Novo Horizonte, afirma que a programação é uma forma de valorizar os talentos do município nas mais variadas expressões culturais. Segundo ela, é também uma espécie de prestação de contas, principalmente aos pais que confiam os filhos aos instrutores e professores das oficinas de cultura. “É um momento de confraternização”, resume dizendo que ao lotar o ginásio o público avaliza as ações do departamento de Cultura e o formato do evento.

Sobre a Noite Cultural, Silvani explicou que, após a avaliação das últimas edições, a decisão foi de antecipar para outubro, já que em janeiro muitos alunos estão em férias com a família. “De certa forma o evento fica prejudicado quando é realizado em janeiro, junto com a programação de aniversário do município, pois os alunos estão em férias e não conseguem mostrar o aprendizado”, justifica.

No caso do festival, a coordenadora de Cultura conta que foi um desafio, já que é a primeira edição. “Dialogamos com outros municípios, buscamos orientações e no fim deu tudo certo. Avaliamos de forma positiva as 19 inscrições”, disse ela adiantando que o evento foi bem aceito pela comunidade. A ideia é que o festival integre a programação cultural do município e se torne tradicional. “Começamos pequeno, apenas com a participação dos interpretes do município, mas a ideia é que a cada ano ele [festival] cresça”, disse.

Agradecendo todos os envolvidos na organização da programação, Silvani afirma que a cultura em Novo Horizonte passa por uma transformação. Segundo ela, isso está sendo possível, pois a administração entende e percebe a importância de ações nessa área. “O aval do prefeito e a parceria das secretarias e demais departamentos permite esse fortalecimento da cultura”, observa.

Vencedores do festival

Categoria Infanto-juvenil

1˚ lugar – Camille Eduarda Staudt da Silva

2 ˚ lugar – Eloisa Erbes e Letícia Vitória Galli

3˚ lugar – Maria Eduarda Varela Mascarello

4˚ lugar – Amanda Viero

5˚ lugar – Nicoly Gabriel Cortina

 

Categoria Adulto

1˚ lugar – Claudeir  Dias de Oliveira

2 ˚ lugar – Rafel Zilio e Valcir de Lucca

3˚ lugar – Anny Lais Bortoluzzi

4˚ lugar – Daniel Lemes do Amaral e Laudivino Ferreira

5˚ lugar – José Antonio Somariva Daniel e Antonio Ribeiro da Silva


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar