Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

COVID-19
Novo Horizonte: Novo decreto endurece medidas de enfrentamento ao coronavírus

Publicado em 22/07/2020 às 22:30 - Atualizado em 17/08/2020 às 16:00

Medidas são válidas até o dia 22 de agosto de 2020
Créditos: Ascom/Novo Horizonte Baixar Imagem

A administração municipal de Novo Horizonte publicou, nesta quarta-feira (22), um novo decreto que endurece as medidas para enfrentamento do novo coronavírus (Covid-19) no município. O documento, que considera o registro dos primeiros casos no município e, principalmente, a classificação da região como risco gravíssimo, tem validade até o dia 22 de agosto de 2020.

O decreto mantém, por exemplo, a obrigatoriedade do uso de máscara em todo o território municipal, reforça a necessidade do distanciamento e a higienização das mãos com álcool 70%, determina o afastamento, por período de 14 dias, dos colaboradores ou funcionários de empresas com suspeita ou confirmação do vírus e limita o horário de funcionamento dos estabelecimentos comerciais.

Além disso, o documento norteia as ações da administração pública, define medidas para a gestão da saúde, vigilância sanitária e vigilância epidemiológica municipal. Em caso de descumprimento das normas previstas no decreto, os órgãos fiscalizadores têm permissão para, por exemplo, abrir processo administrativo, suspender as atividades comerciais e, havendo reincidência, aplicar multas.

Segundo o prefeito, Vanderlei Sanagiotto, são medidas mais rígidas, mas que se justificam pelo enquadramento da região como risco gravíssimo e o registro dos primeiros casos positivos no município. Ele explica que o decreto é resultado de uma reunião de prefeitos – da Associação de Municípios do Noroeste de Santa Catarina (AMNoroeste) e Associação dos Municípios do Alto Irani (Amai) – realizada na segunda-feira (20). “A gente pede um pouco mais de atenção da população. Esse é um momento crítico, em que não podemos relaxar nas medidas de enfrentamento”, disse se referindo ao uso de máscara, distanciamento e isolamento. “A gente pede que, quem puder, fique em casa. Isso é muito importante”.

Sobre as sanções, Sanagiotto acredita que não será necessário punir, pois a população é sensível e entende o momento. Porém, ele afirma que os interesses da coletividade vão prevalecer. “Vamos manter o trabalho de orientação, mas a população precisa nos ajudar nesse momento”, disse frisando que a Secretaria de Saúde, juntamente com os demais órgãos que atuam no enfrentamento da Covid-19, mantém a linha de trabalho. Segundo o chefe do poder Executivo, toda a equipe está à disposição para orientar a população e empresários. “Agora não podemos relaxa”, orienta.

O decreto, com as novas medidas, está disponível em todas as repartições públicas e no portal eletrônico do município.