Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Dengue: por precaução, Dive faz fumacê em alguns pontos do município de Novo Horizonte

Publicado em 03/05/2021 às 18:43 - Atualizado em 03/05/2021 às 18:43

Apesar do número de focos do mosquito, até hoje o município não registrou nenhum caso de dengue.
Créditos: Ascom/Novo Horizonte Baixar Imagem

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) realizou, na última semana, um fumacê em alguns quarteirões do município de Novo Horizonte para o combate do mosquito Aedes Aegypti - transmissor da dengue, zika e chikungunya. A ação foi realizada, pois o município é considerado infestado pelo mosquito e um paciente, positivo para dengue, visitou familiares que residem na municipalidade no período de viremia – presença do vírus no sangue.  

Segundo o agente de combate a endemias do município, Gabriel Valentim Pereira, o fumacê tem caráter preventivo, já que o paciente em questão é de outro município. Conforme a Dive, o local provável de infecção desse paciente está sendo investigado.

Fumacê

Apesar do paciente infectado não ser residente de Novo Horizonte, o agente de combate a endemias explica que os protocolos recomendam o fumacê em todos os lugares onde a pessoa passou no período de viremia. “Como este paciente esteve em nosso município, o departamento de endemias vez o mapeamento e informou a Dive, a qual entendeu que o melhor seria fazer essa aplicação”, explica tranquilizando a população que, apesar do número de focos do mosquito, até hoje o município não registrou nenhum caso de dengue.

Cuidados

Como o município é cortado por uma rodovia, onde transitam pessoas de diferentes cidades e regiões do país, Pereira reforça a necessidade da população ficar alerta e cumprir alguns protocolos de combate ao mosquito. Segundo ele, a principal medida é monitorar e cuidar pontos que possam acumular água. Entre eles, cita, por exemplo, cisternas, caixas de água, lonas, vasos de flor, lixo, pneus e garrafas.

De acordo com o agente, o departamento de endemias está trabalhando e pode ser acionado sempre que houver dúvidas. “Sempre que há dúvidas ou necessidade de orientação, a população pode acionar o departamento”, disse emendando que há um trabalho em conjunto com todas as Secretarias e departamentos da administração para que as ações sejam efetivas.

No caso de sintomas – febre, dor de cabeça, cansaço e dores no corpo, os quais se confundem com os da Covid-19 –, a orientação é para que a pessoa procure a unidade de saúde para os procedimentos e exames necessários.