Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Indústria do ramo têxtil se instala em Novo Horizonte

Publicado em 27/05/2021 às 11:13 - Atualizado em 27/05/2021 às 11:13

Contrato, onde o município concedo incentivo a empresa, foi assinado no sábado (22)
Créditos: Ascom/Novo Horizonte Baixar Imagem

Com previsão de gerar 15 empregos diretos até o final de 2021, a indústria Novo Horizonte Têxtil inicia, no dia 07 de junho, as atividades no município. A mão de obra, exclusivamente feminina, é local e já passou por capacitação. No sábado (22), a direção da empresa, junto com os poderes Executivo e Legislativo do município, fez a entrega dos diplomas as profissionais. Na oportunidade também foi assinado o contrato em que o município concede incentivo à empresa, o qual passou por trâmite licitatório. 

Geferson Luiz Spricigo, sócio da empresa, conta que a indústria inicia as atividades com aproximadamente dez profissionais e atuando em duas frentes de trabalho – terceirização de produção e confecção própria. Com esse trabalho, o empresário prevê o atendimento de demandas de clientes do litoral catarinense, São Paulo e Rio de Janeiro. “Essa será a nossa primeira frente de venda, pois já temos parceiros nessas regiões”, revela adiantando que a empresa vai iniciar as atividades produzindo lingerie e que, dentro de aproximadamente um ano, também produzirá moda fitness e praia. 

Incentivo

Frisando que na atual área industrial não há mais vagas para novas empresas e que o município trabalha para adquirir um novo espaço, o prefeito, Vanderlei Sanagiotto, explica que a vinda da indústria para o município foi viabilizada por meio de uma alteração na lei de incentivos. Segundo ele, com a legislação o governo municipal tem parâmetros legais para subsidiar o aluguel de indústrias por até 48 meses – a concessão de incentivo é feita através de licitação e o tempo de subsídio leva em conta alguns parâmetros. “Essa nova lei foi necessária, pois o processo de implantação de uma nova área industrial é lento e nós não podemos perder essas indústrias para outros municípios”, defende. 

Sanagiotto lembra que, com a instalação de novas indústrias no município, o governo passa a atender o plano de governo, o qual prevê a geração de emprego e renda. Segundo ele, são novas vagas que atendem exclusivamente o público feminino.  

Nova área industrial

Conforme o Executivo, o município trabalha na captação de recursos para aquisição de uma nova área industrial. “A última documentação exigida foi juntada e encaminha ao Badesc. Agora está em análise com todos os itens do checklist atendidos”, comemora o prefeito.